segunda-feira, 16 de novembro de 2009

CASO 8-Gestação: às vezes uma experiência triste.


Certa vez conheci no hospital uma moça de 18 anos relatando o seguinte fato:
Tinha nove meses gestacionais completos quando procurou um hospital publico, por que sentia contrações leves. Muito feliz contou a medica que a atendeu sobre sua ansiedade, pois havia optado a conhecer o sexo do bebê após o parto.
A obstetra após exames decidiu dar alta, o diagnóstico dizia que as contrações não eram suficientes para haver a dilatação necessária ao parto e o hospital não tinha leitos disponíveis, depois de medicada a parturiente volta para sua residência.
A paciente chateada, disse que horas depois percebeu a barriga enrijecida e que o feto não se movimentava tanto como de costume, por ser alta hora da madrugada ela e seu marido optaram por retornar ao hospital no outro dia pela manhã.
Quando foi admitida no hospital novamente, a obstetra constatou que o feto havia falecido com a demora do parto, a parturiente sofreu uma cesariana que traria ao mundo uma linda menininha a Débora.
Ela me contou seca e fria que havia preparado tudo para receber a filha e que tinha pedido ao marido para queimar tudo que a lembra-se do fato ocorrido.
Quando a conheci ela quase não falava sobre o assunto, uma enfermeira me contou que foi um milagre, ela relatar o fato trágico, que desde então ela nem dormia, estava internada para tratar de uma infecção.
Muito triste com o fato eu tentei confortá-la de certo modo, quem poderia prever o ocorrido? Eu disse a ela que ainda teria muitas outras oportunidades de ser mãe, pois ainda era uma menininha.
A essa minha amiga, desejo tudo de lindo e toda felicidade que o mundo possa oferecer!



Haaaaa... Mudando de assunto assim na “caruda” é que eu não podia deixar de comentar!
Déinha meu bem parabéns pela sua gestação! Estou muuuuiito feliz por vocês!
Você será uma barrigudinha lindaaaa...
Que o bebê venha com muita saúde e traga muitas felicidades!!!!!
Beijos e mais beijos assim como você disse com sabor de pezinho gostoso de bebê!

12 comentários:

Ju disse...

Nossa, que história triste!
O pior é que a decisão deles de só ir ao hospital no outro dia deve ter contribuído pro quadro, né?!

:/

Bjo

Déia disse...

Linda... que história triste!

Mas adorei a homenagem!

Obrigada por seu carinho!

E ja sabe, vc é minha enfermeira preferida e particular, precisarei muuuito de vc durante a gestação!

Um super beijo

Blog da Fatima disse...

Ju..
História triste essa!!
Nem sei como reagiria se acontecesse comigo.
E será que foi culpa do médico?? Ou dela que demorou a voltar ao hospital?
Bem nesses casos nem adianta saber o culpado!!!

Parabéns pela barriguinha da sua amiga!!

Eu to bem flor... problemas todos nós temos!!!To tentando não ficar muito aflita, e pedindo a Deus luz e sabedoria para melhor resolve-los,
Obrigada pela preocupaçaõ!!

Bjos no ♥

Cibelle disse...

Que história triste...
Obrigada pela visita!!! Beijos...

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Essa história até doeu meu coração, devido minha decepção de hoje...

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Vc poderia fazer um post sobre a pílula do dia seguinte?

Cadinho RoCo disse...

O interessante é que no mais das vezes as pessoas se permitem a situações sem se darem conta do quanto ficam expostas às consequências que podem ser tão maravilhosas quanto desafiadoras no sentido mais pleno da palavra.
Cadinho RoCo

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

Ju linda!!q saudade de ler-te!!ainda to na correria mas ta acabando e poderei visitar vc com muita calma, mas q triste,penso q essa médica nao fez o procedimento certo, nao analisou o histórico da paciente , isso aconteceu com a ex esposa do meu namorado, mesmo caso, a medica dela viajou,e o marido tb medico, falou q noa tava na hora, pois na havia dilatação...oras se a mulher nao podia ter parto normal...ja era o terceiro filho...e os outros 2 foram cesariana, e a medica viajou e o marido fez a cagada...perderam o filho, ela quase faleceu tb, ficou varios dias na uti, teve q retirar alguns orgaos,devido infecção e o "Hospital" e esse "médico"ainda processaram meu namorado,pois ele nao pode pagar o absurdo q cobraram e nao aceitaram o q ele tinha,sendo eu, nem pagaria nem pago...revoltante,para mim isso nao é médico...nao importa se a esposa q era a médica da paciente estava fora, se ela sabia q tava perto da paciente ter o nenem , tivesse deixado o marido preparado, afinal, Palotina é pqna, e o casal nao tava fazendo nada de graça,estavam pagando...

bjs e ótima semana pra vc!!!

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

Gostei do beijo com sabor de pezinho gostoso de bebê.
Bom parto pra Déinha.

Quanto a outra moça, fico pensando na tristeza dessa moça. Imagina...esperando o bebezinho,vai para o hospital , a médica manda embora e quando volta, acontece o que aconteceu. Quanta irresponsabilidade com a vida dos outros !
Que Deus a ilumine para que tenha outros e mais outros filhos.
Beijão, minha querida !!

Nicole Louise disse...

Realmente a única coisa que conforta é saber que essa moça ainda é tão nova e que poderá ter muitos outros bebezinhos.

Eu adoro ler os casos que vc conta. Eles humanizam e sensibilizam quem os lê. E é disso que precisamos cada vez mais, minha querida, fazermos jus à nomenclatura da nossa espécie. Não podemos ser humanos apenas no nome, precisamos sê-lo no dia a dia, ajudando uns aos outros, e a ajuda sempre começa na sensibilização, na atenção, no interesse, no cuidado.

Você nasceu pra ser enfermeira e fico feliz por aqueles que têm a sorte de serem cuidados por você.

Um beijo querida,

N

REGINA GOULART SANTOS disse...

Olá, Juliana Migliorati!
Estou passando para lhe dizer que seu blog é de muito bom gosto e alto nível. Você é iluminada !
À propósito, também sou enfermeira, com mais de 25 anos nesta luta, e assim, vamos vivenciando, tratando e fazendo o que realmente gostamos de fazer, doar amor.
O caso por ti relatado,é sempre muito triste, e comove a todos da equipe.
Sou mãe de um eterno neném de 21 anos, que me dá muitas alegrias, e de quem tenho muito orgulho.
Foi uma grata satisfação poder ter encontrado uma pessoa especial como você, através do blog da amiga Rosan "Stmulos".
Gostaria de poder seguir seus passos, não só enquanto profissional, mas como amiga desta nossa blogosfera.

Beijos afetuosos
Regina Goulart

Silvana Mello disse...

História muito triste hein!
Tá td bem comigo querida, passa no meu blog que tem selinho para você. Bjinhoss